PROFISSIONAIS INSCRITOS ATIVOS
     

ESTABELECIMENTOS REGISTRADOS

Revista do Farmacêutico

PUBLICAÇÃO DO CONSELHO REGIONAL DE FARMÁCIA DO ESTADO DE SÃO PAULO
Nº 126 - MAI - JUN - JUL / 2016

COMISSÕES ASSESSORAS / RESÍDUOS

   

Educação ambiental como vantagem competitiva

Empresas conscientes usufruem de uma série de vantagens que estão diretamente ligadas à credibilidade ambiental

 

residuos01O processo de logística reversa obedece a uma sequência de prioridades que são estabelecidas pelo artigo 9 º da Lei 12.305/10: redução, reutilização, reciclagem, não geração e tratamento de resíduos, além da disposição final adequada. Empresas com responsabilidade ambiental dedicam atenção especial a esse processo. O descumprimento de um dos elos desse ciclo leva a uma cadeia incompleta, gerando cada vez mais resíduos. 

Atualmente, o descarte de medicamentos vencidos ou sobras é feito, em grande parte, no lixo comum ou na rede pública de esgoto. Estima-se que no Brasil o volume de resíduos domiciliares de medicamentos compreenda entre 4,1 mil e 13,8 mil toneladas por ano (ABDI- NEIT/IE-Unicamp, 2013). Por isso, empresas farmacêuticas entendem que o processo participativo no pós-venda e no pós-consumo, por meio da conscientização do consumidor, pode contribuir no último elo da corrente: o descarte adequado. 

Segundo o membro da Comissão Assessora de Resíduos e Gestão Ambiental dr. Vitor Amaral, os conceitos de sustentabilidade e preservação do meio ambiente devem ser rotina nas empresas. “Estabelecimentos que se preocupam em gerenciar e tratar os resíduos de maneira correta ganham credibilidade e confiança por parte de outras empresas e do público em geral, sendo muitas vezes item desclassificatório no processo de qualificação de fornecedores”, disse.

O especialista também entende que o investimento na educação ambiental do consumidor, com base nesse conceito, é uma excelente forma de se desenvolver novas maneiras de viver sem destruir o meio ambiente. Dessa maneira, o dr. Vitor acredita que as empresas tendem a usufruir de uma série de vantagens que estão diretamente ligadas a sua credibilidade e listou as principais:

residuos02

1. FINANCEIRA

Reutilizar matéria-prima proporciona uma significativa redução nos custos de produção, aumentando os lucros finais da empresa no médio e longo prazos, sem precisar aumentar a produção linear, ao mesmo tempo em que permite diversificar a gama dos produtos ofertados e também dos parceiros de linhas de produção.

2. AMBIENTAL

O reaproveitamento de embalagens utilizadas colabora com o meio ambiente, preservando-o e agindo de maneira sustentável. A indústria de produtos alimentícios, que utiliza embalagens usadas para fabricação de outros objetos, como os displays para gôndolas, é um bom exemplo.

3. MARKETING AMBIENTAL

A rotulagem de produtos com ênfase ambiental pode produzir resultados interessantes para a empresa, trazendo uma propaganda promocional positiva como diferencial frente à concorrência no mercado.

4. CERTIFICAÇÕES DE QUALIDADE

Empresas sustentáveis, que atuam de modo a colaborar com o meio ambiente, estão sempre à frente nos processos de qualificação em auditorias. Cada vez mais, essa é uma tendência exigida por empresas multinacionais no processo de contratação de fornecedores, de modo a se tornar, em muitos casos, um item obrigatório e classificatório em processos de concorrências (licitações). 

Por Carlos Nascimento

 

 

 

 

  

 

     

     

    farmacêutico especialista