Revista do Farmacêutico

PUBLICAÇÃO DO CONSELHO REGIONAL DE FARMÁCIA DO ESTADO DE SÃO PAULO
Nº 124 - JAN - FEV / 2016

CONSELHO MUNICIPAL DE SAÚDE

 

Diretor do CRF-SP ganha assento em Santo André

 

 

 DSC0118O prefeito de Santo André, Carlos Grana e dr. Marcos Machado, diretor-tesoureiro do CRF-SPOs farmacêuticos de Santo André e região passam a ter um representante para sensibilizar os gestores públicos sobre a importância da assistência farmacêutica. O diretor-tesoureiro do CRF-SP, dr. Marcos Machado Ferreira, representará a entidade no Conselho Municipal de Saúde de Santo André.
É primeira vez que o CRF-SP é eleito para ocupar o cargo, que foi disputado por meio de eleição com os conselhos de Medicina e Odontologia.
A cerimônia de posse dos conselheiros aconteceu em janeiro, na sede da Prefeitura. De caráter permanente e deliberativo, o Conselho Municipal de Saúde integra a estrutura básica das Secretarias de Saúde e é um importante mecanismo de controle social, além de ter papel fundamental na elaboração e fiscalização das políticas públicas de saúde.
Para o dr. Marcos Machado, abrir esse espaço para a categoria farmacêutica, pela primeira vez, em um município importante como Santo André, é uma alegria imensa. “Mesmo que mude a administração, o mandato continua por dois anos, então é uma conquista enorme porque, por meio desse órgão deliberativo, podemos tentar implantar as políticas farmacêuticas voltadas para a população. Há uma carência nesse setor”.
20160121 193832Dr. Homero Nepomuceno, secretário de Saúde, dra. Karine Rocha, coordenadora da assistência farmacêutica de Santo André e dr. Marcos MachadoO prefeito de Santo André, Carlos Grana, e o secretário de Saúde, dr. Homero Nepomuceno, destacaram o quanto a categoria farmacêutica pode agregar ao município. “A presença e a importância do farmacêutico são fundamentais, são profissionais diretamente ligados à saúde da região, portanto, têm muito a contribuir e colaborar com o desenvolvimento do Conselho”, disse o prefeito. Já o dr. Homero enfatizou “a vinda do farmacêutico para a saúde pública trouxe diferencial porque ele atua em todas as áreas do sistema. Ele traz uma noção muito boa de gestão, logística, custo/benefício. Estou muito satisfeito com a presença do farmacêutico na saúde pública.”
A reunião ordinária mensal do Conselho Municipal de Saúde é aberta à população, para discutir coletivamente a construção e os caminhos do SUS (Sistema Único de Saúde) na cidade.

 

Por Thais Noronha