São Paulo, 22 de fevereiro de 2011.


Aparelho é composto por um relógio, que envia as informações a um computadorAparelho é composto por um relógio, que envia as informações a um computador Pesquisadores britânicos desenvolveram um aparelho que promete revolucionar a forma  como a pressão arterial é monitorada.  O novo dispositivo é uma espécie de relógio de pulso que possui um sensor capaz de medir a pressão na aorta, a principal artéria perto do coração.

O relógio registra a onda de pulso da artéria e esses dados são enviados a um computador. A novidade permite uma leitura muito mais precisa do que o tradicional medidor de braço. Na maioria das pessoas, a pressão na aorta é 10mmHg menor do que no braço, mas em alguns, especialmente os mais jovens, pode ser 30mmHg mais baixa.

A tecnologia foi financiada pelo ministério da saúde britânico e desenvolvida por pesquisadores da Universidade de Leicester, em parceria com a companhia HealSTATS, de Cingapura.

Campanhas e Cursos

É importante lembrar que a novidade ainda está em desenvolvimento e que a pressão medida no braço ainda é o método válido e adotado para avaliação. O CRF-SP inclusive promove campanhas e cursos que orientam o farmacêutico e a população sobre as melhores formas de tratamento e medição da pressão arterial.

Através do Programa de Educação em Saúde, o CRF-SP capacita o farmacêutico e fornece o material necessário para orientação ao público em estabelecimentos farmacêuticos. A campanha fornece folhetos com informações preciosas à população sobre diversos problemas de saúde, inclusive a hipertensão, e aconselha a buscar os serviços de saúde quando perceber os sintomas.

O CRF-SP promove também o curso Manejo do Tratamento de Pacientes com Hipertensão, que capacita o farmacêutico de farmácias e drogarias a aferir a pressão arterial, um serviço previsto na RDC 44/09, e efetuar o manejo e tratamento desses pacientes a fim de alcançar melhores resultados e minimizar os custos de atenção à saúde.

Clique aqui para ver o folheto orientativo sobre hipertensão.

 

Carlos Nascimento

Assessoria de Comunicação CRF-SP (com informações do portal O Globo)

CLIQUE AQUI PARA CONSULTAR OUTRAS NOTÍCIAS