O primeiro fascículo traz a apresentação do projeto, e institui um ponto de partida para o desenvolvimento de ações capazes de transformar o estabelecimento farmacêutico em um local de referência para assistência primária à saúde.

Nos próximos fascículos serão apresentadas e discutidas ações específicas que podem ser desenvolvidas pelo farmacêutico. Os fascículos irão abordar, respectivamente, medicamentos isentos de prescrição (fascículo II) e antibióticos (fascículo III).

Com esta iniciativa o CRF-SP, uma vez mais, orgulha-se em atuar como entidade de referência ao contribuir com o uso racional de medicamentos, com a valorização do farmacêutico, com a viabilização de um ambiente compatível com as reais necessidades da população e, principalmente, com a melhoria da saúde pública”, diz a presidente do CRF-SP, dra. Raquel Rizzi.

Clique aqui para consultar o fascículo I do projeto Farmácia Estabelecimento de Saúde.