Farmacêutico participa ativamente no descarte de medicamentos

São Paulo, 7 de maio de 2019

Com mais de 20 anos de experiência na área farmacêutica, Dr. Luiz Gonzaga dos Santos, também conhecido como Luizão da Farmácia, concilia sua profissão com o mandato de vereador na cidade de Aguaí.  Formado em farmácia pelo Centro Universitário Hermínio Ometto (Uniararas) na cidade de Araras-SP em 2001, atua no ramo farmacêutico desde 1995 e como profissional, desde 2002. Dentre as principais atividades que exerceu durante sua experiência profissional, foi coordenador da Comissão de Farmácia da seccional de São João da Boa Vista e membro da Comissão de Ética, entre 2009 e 2011, além de ser diretor regional da seccional entre 2011 e 2014.

“Como farmacêutico a partir de 2002, tive a oportunidade também lecionar em cursos técnicos e ministrar alguns cursos pelo CRF-SP entre eles o de Aplicação de Injetáveis, Prescrição Farmacêutica Introdução, Diabetes e SNGPC”, descreveu o profissional.

Em 2010, Dr. Luiz Gonzaga era coordenador da Comissão De Farmácia na Seccional de São João da Boa Vista e, juntamente com os farmacêuticos da comissão, teve a ideia de desenvolver, em Aguaí, cidade natal e em que reside, um projeto de coleta de medicamentos vencidos a fim de evitar o descarte incorreto. O projeto disponibilizou postos de coleta de medicamentos em algumas farmácias. “Até hoje coleto na farmácia que trabalho e também orientamos a todos a forma correta de descartar”, comenta o vereador.

Dr. Luiz entrou para a área pública por entender que seu município necessitava de renovação. “Resolvi entrar para política, para tentar fazer diferença, tive sorte de ocorrer uma renovação muito grande em nosso município”, comentou o vereador que está em seu primeiro mandato.

Em sua atuação parlamentar apresentou dois Projetos de Lei (PLs 31 e 32/2017), o primeiro dispõe sobre a prestação de serviços farmacêuticos pelas farmácias e drogarias e o segundo sobre a Semana do Uso Racional de Medicamentos. O vereador assinou ainda as moções de repúdio contra o EAD em Farmácia e a venda de medicamentos em supermercado.

Como vereador e farmacêutico, acredita na importância de profissionais da área representando a categoria no parlamento. “É muito importante ser representante de um setor sim, mas ainda acredito que não influencia os profissionais a votarem em você só por causa de sua profissão, isto tem que ser muito bem trabalhado ainda mais em tempo de total descrédito da classe política”, conclui Dr. Luiz Gonzaga.

 

Alícia Alves (com supervisão de José Carlos Nascimento) 

Departamento de Comunicação CRF-SP 

CLIQUE AQUI PARA CONSULTAR OUTRAS NOTÍCIAS