Câmara Municipal de Araçatuba repudia cursos a distância na área da saúde


São Paulo, 4 de outubro de 2018.

Por 11 votos favoráveis, a Câmara aprovou em 1/10, durante a 30ª sessão ordinária, um requerimento de repúdio à realização de cursos de graduação na área de saúde na modalidade educação a distância (EaD). O requerimento foi proposto pelo vereador Lucas Zanatta (PV).

O parlamentar está preocupado com o fato de algumas instituições de ensino disponibilizarem cursos de graduação na área da saúde totalmente no formato EaD. Segundo a proposição, os polos de educação a distância não cumprem as exigências legais, não dispõem de equipamentos adequados e suficientes para o número de acadêmicos e falta fiscalização.

O vereador Lucas Zanatta destacou que tem em sua família muitos profissionais de saúde e que a medida faz com que andemos vários passos para trás. “Sei da necessidade constante de integração que um curso na área de saúde requer. Por mais que a tecnologia esteja avançada, nada substitui esse contato. A maioria dos atendimentos, diagnósticos precisa ser in loco. Estamos ada vez mais precisando melhorar a relação entre profissionais e pacientes e essa proposta do MEC contribui para distanciar. Não vejo necessidade de ampliar já que sobram vagas na área da saúde. Não há outro motivo senão o mercadológico para oferecer vagas a distância”.O vereador Lucas Zanatta apresentou o requerimento de repúdio na Câmara O vereador Lucas Zanatta apresentou o requerimento de repúdio na Câmara

 

Clique para acessar o requerimento de repúdio nº 304/2018

 

Thais Noronha (com informações Ascom Câmara Municipal de Araçatuba)

Departamento de Comunicação CRF-SP

CLIQUE AQUI PARA CONSULTAR OUTRAS NOTÍCIAS