Seccional

Zona Leste

Imagem de fundo do titulo, Zona Leste
Data de inauguração
Março/2013
Delegada Regional
Dra. Eliete Bachrany Pinheiro
CRF-SP: 55.209
Delegada Regional Adjunta
Dra. Alessandra Brognara de Oliveira
CRF-SP: 20367
Plantões dos Delegados Regionais: Com prévio agendamento na seccional
  • Horário de atendimento: Atividades de atendimento suspensas
  • Endereço: Verifique o endereço das unidades de atendimento no rodapé da página, , , São Paulo - SP / CEP:
  • Telefone: (11)3067-1450 (Sede)
Observações
  • Feriados Municipais - Não há atendimento
  • 25/01 - Aniversário Municipal
Sem eventos

CRF-SP realiza orientação farmacêutica e prestação de serviços à comunidade surda

DSC 0082O Instituto de ensino Seli Educação e Inclusão (que atende surdos desde 2002 com ensino médio, cursos de capacitação, inclusão e pós-graduação) realizou no dia 25 de março evento inédito de orientação farmacêutica e prestação de serviços à comunidade surda e público em geral. O evento contou com parceria do CRF-SP, por meio de sua seccional da Zona Leste da capital, da Cruz Vermelha e da Polícia Militar.

A ação ofereceu aferição de pressão arterial, glicemia capilar e orientação farmacêuticos aos participantes, entre eles alunos, familiares e professores do Instituto de ensino Seli Educação e Inclusão (que atende surdos desde 2002 com ensino médio, cursos de capacitação, inclusão e pós-graduação).

A diretora da Seli, Sibelle Moannack Traldi Madeira, ressaltou a importância da ação. “As pessoas surdas têm dificuldade às informações, um problema relacionado justamente pela falta de comunicação. Mesmo aqueles que tem facilidade com a leitura labial têm as informações filtradas. Nas farmácias e mesmo nos veículos de comunicação não há linguagens voltadas a esse público que necessita, como todas as pessoas, de informações corretas sobre o uso de medicamento e outras questões de saúde, que influenciarão suas vidas”.

DSC 0202A idealizadora da campanha, a farmacêutica dra. Abia Cristina Felippe, Coordenadora da Semana de Assistência Farmacêutica e da Comissão de Ações na Comunidade da Seccional Leste do CRF-SP e aluna do Instituto afirma que o mérito principal é contribuir para educação de saúde “Se nós que conseguimos ouvir já tomamos remédio errado, imagina a comunidade surda”, indagou.

A diretora da seccional Leste também salientou que uma grande parcela não tem nenhuma orientação específica sobre saúde e que os farmacêuticos saem na frente com essa ação. “É uma excelente oportunidade de mostrar o valor do farmacêutico para a sociedade”.

O evento contou com ainda com a participação do presidente do CRF-SP, dr. Pedro Eduardo Menegasso e da vereadora de São Paulo, Edir Sales. “O farmacêutico voluntário, por meio desse tipo de ação, demonstra seu papel como profissional da saúde”, disse o presidente.

DSC 0263