Você sabia que esta atividade de cuidado ao paciente é uma prerrogativa do farmacêutico?

 

 

São Paulo, 8 de março de 2017

Evolução farmacêutica é uma atribuição clínica do farmacêutico e refere-se aos registros efetuados pelo profissional no prontuário do paciente, com a finalidade de documentar o cuidado em saúde prestado, propiciando a comunicação entre os diversos membros da equipe de saúde (Art. 7º, inciso XXIII, da Res. do CFF nº 585/13).

Prontuário é um “documento único constituído de um conjunto de informações, sinais e imagens registradas, geradas a partir de fatos, acontecimentos e situações sobre a saúde do paciente e a assistência a ele prestada, de caráter legal, sigiloso e científico, que possibilita a comunicação entre membros da equipe multiprofissional e a continuidade da assistência prestada ao indivíduo“ (Res. CFM nº 1.638/02).